Passarella Death Squad & Hype Means Nothing – T-shirts to enter Autumn/Winter 2010-11


Inspirando-se na influente banda nova-iorquina dos anos 1960 The Velvet Underground, a Passarella Death Squad, marca londrina do Danny Broddle e da Emily Albisser, retornou em grande estilo para revelar sua coleção de camisetas para o Outono/Inverno 2010. Cada uma das 3 camisetas foi batizada a partir de uma canção da banda (respectivamente What Goes On, I’ll Be … Continue reading

Elyse Walker x Supra – Skytop “Pink Party”


No dia 21 de agosto do ano passado, a Supra prosseguia a sua ofensiva no mundo das celebridades e da moda em geral, celebrando a sua chegada na loja chique Elyse Walker localizada em Pacific Palisades, na Califórnia. Lugar que reune tanto marcas de haute couture quanto de street wear para a felicidade de sua clientela endinheirada … Continue reading

Keke Lindgard x Vogue Germany – Airwalk, an editorial reminding Lords of Dogtown


Já vimos aqui modelos em editorial envolvendo esporte extremo como a Daria Werbowy. Já vimos pranchas de skate homenageando as mais belas mulheres do mundo com a marca suíça doodah. Agora vimos os dois reunidos! Devemos essa proeza à Vogue Alemã… e à dupla de fotógrafos que já fotografaram as modelos estampando os skateboards da doodah: Claudia Knoepfel … Continue reading

Natalia Vodianova x Vogue China – Power from the Orient


A Rússia e a China sempre tiveram relações muito especiais, por vezes quase fraternais. Todavia quando se pensa nesta associação Sino-Soviética, pensa-se raramente, quase nunca, na moda. Mas a Vogue China de maio está aqui para nos lembrar que quando a China entra ao serviço da Rússia, ou vice-versa, pode dar algo grandioso; especialmente se … Continue reading

  • The author

  • The concept

  • Motto

  • Café Pour Deux

    Café pour deux, porque escrito em duas línguas, e porque rola aqui uma conversa entre amigos, sem pretensão altamente jornalística ou literária. Título em francês, porque é homenagem às minhas origens. E café porque é uma bebida que mantem acordado.
    Café pour deux, car écrit en deux langues, et car il s'agit ici d'une conversation entre amis sans prétension hautement littéraire ou journalistique. Et café car il maintient éveillé.